Pra parar a Bahia: tudo pronto para o início do Intermunicipal 2014

Por Yuri Barreto - Comunicação FBF, 30 de Jul 2014 - 15h36

Mobilizar milhares de pessoas em todo o estado, promover a inclusão social, aquecer o comércio, gerar milhares de empregos diretos e indiretos. Com essa descrição, é possível imaginar um projeto governamental, ou até uma inauguração de uma fábrica.
 
Mas, não. Todo esse poderio é de direito do Campeonato Intermunicipal, único evento futebolístico capaz de parar dezenas de cidades e movimentar o Interior da Bahia com 2000 empregos diretos e cerca de 8.000 indiretos de profissionais que trabalham como treinadores, preparadores físicos, supervisores, massagistas, enfermeiros, porteiros, bilheteiros, vendedores ambulantes, prestadores de serviços etc. A maior competição de futebol amador do Brasil está de volta.


Intermunicipal é sucesso de público (Foto: Carlos Santana / FBF)

 
Após oito meses de espera e muita ansiedade por parte de atletas, torcedores e dirigentes, vai ser dada a largada na edição 2014 do Intermunicipal. E não será uma edição qualquer, mas sim muito especial.
 
O total de 80 municípios baianos estará envolvido nesta festa do esporte. Serão 80 Seleções (confira relação ao final da matéria) em campo na busca pelo 61º título do certame, além de 2400 atletas inscritos, sendo 1600 deles jovens com idades entre 15 e 23 anos.
 
Entre as participantes estão velhas conhecidas e donas de grandes histórias no futebol amador como as tradicionais Seleções de Alagoinhas, Amélia Rodrigues, Belmonte, Brumado, Cachoeira, Cipó, Coaraci, Eunápolis, Feira de Santana, Ibicaraí, Ilhéus, Ipiaú, Itabuna, Itajuípe, Itamarajú, Itapetinga, Ituberá, Jitaúna, Nazaré, Paratinga, Paulo Afonso, Porto Seguro, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, São Francisco do Conde, Simões Filho, Ubaitaba, Uruçuca, Valença e Vera Cruz.


Final do Intermunicipal 2013 - Itajuípe x Porto Seguro (Foto: Carlos Santana / FBF)

 
Mas, também há espaço para as estreantes, que sentirão pela primeira vez o gostinho de disputar o campeonato. Nesse grupo, destacam-se as equipes das cidades de Caém, Nova Viçosa e Ponto Novo.
 
E enquanto umas possuem lugares "cativos" e outras nascem para o Intermunicipal, 18 delas voltam à competição depois de anos afastadas. São os casos de Camamú, Catu, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Guanambí, Ibicuí, Ibirataia, Irará, Itarantim, Mairi, Pojuca, Remanso, Riachão do Jacuípe, Ribeira do Pombal, São Felipe, São Félix, Sapeaçú e Tanquinho.
 
Antes de a bola rolar, os protagonistas dessa festa se reúnem para o tradicional Congresso do Intermunicipal, uma espécie de boas-vindas da competição. O evento, onde serão conhecidos os grupos regionalizados da 1ª fase e divulgada a tabela de jogos será realizado no próximo dia 9 de agosto (sábado), às 9h, em um grande hotel de Salvador.


Itajuípe campeã do Intermunicipal 2013 (Foto: Carlos Santana / FBF)

 
A entidade optou por esta data pensando em todas as Seleções e suas cidades. Até lá, terá tempo suficiente para que as vistorias nos estádios que receberão os jogos sejam todas concluídas. Além disso, as Ligas Municipais participantes terão maior tempo para enviar a relação dos seus árbitros que trabalharão no Campeonato e inscrever atletas que estarão em campo.
 
Na oportunidade, a FBF lançará o novo portal do campeonato na internet. Sucesso nos últimos anos, o canal de interação entre o torcedor e a FBF está garantido mais uma vez. Repaginado e cheio de novidades, o hotsite servirá, ainda, para as Ligas Municipais divulgarem suas Seleções e os trabalhos que desenvolvam durante os quatro meses de campeonato.
 
Sucesso - Além da fama adquirida na Bahia, o Intermunicipal já é sucesso no Brasil e ganhou até uma reportagem especial na Revista Placar, uma das maiores do seguimento esportivo no país. A publicação deu destaque à fama de "reveladora de craques" da competição, que fez surgirem grandes nomes do futebol mundial, que representaram o país nos principais torneios internacionais e alguns deles, até, alcançaram o ponto mais alto da carreira de um jogador profissional, o título de uma Copa do Mundo.


Intermunicipal é destaque na Revista Placar (Foto: Reprodução / Placar)

 
Entre os grandes craques revelados pelo Intermunicipal estão Raimundo Nonato, o Bobô, campeão brasileiro pelo Bahia e que iniciou a carreira na Seleção de Senhor do Bonfim entre 1983 e 1984; Aldair, zagueiro tetracampeão do mundo pelo Brasil, que começou na Seleção de Ilhéus; Edílson Capetinha, penta campeão mundial com a Seleção Brasileira e revelado pelo selecionado de Castro Alves, em 1988 e 1989; Júnior Nagata, também penta pelo Brasil e que começou na Seleção de Santo Antônio de Jesus, em 1993; Júnior Baiano, ex-zagueiro da Seleção e grandes clubes como Flamengo e São Paulo, revelado em 1987 pela Seleção de Poções; Liédson, campeão da Libertadores da América 2012 pelo Corinthians e ex-atacante da Seleção de Portugal, que iniciou na Seleção de Valença, inclusive sendo artilheiro em 1999, com 16 gols; Neto Berola, que deu seus primeiros passos no futebol pela Seleção de Buerarema, em 2008, e após passagem por Vitória e Atlético (MG) se encontra no futebol árabe; Vandick, que defendeu a Seleção de Conceição do Coité, além de Bahia, Flamengo e hoje é presidente do Paysandu; Charles, revelado na Seleção de Itapetinga, campeão brasileiro pelo Bahia e hoje técnico do Sub-20 do Tricolor; Washington, que iniciou na Seleção de Valença e fez história no Atlético (PR) e no Fluminense; Jorge Campos, que atuou na Seleção de Ipiaú e no Bahia e Atlético (MG); Claudir que começou na Seleção de Vitória da Conquista e também foi campeão brasileiro pelo Bahia; e Uelliton, que dfendeu a Seleção de Euclides da Cunha, se profissionalizou no Vitória passou por Cruzeiro e Coritiba e hoje defende o Bahia entre outros diversos nomes de destaque.
 
Clique aqui e confira a relação completa das participantes do Intermunicipal 2014
 

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

ENQUETE

O que você espera do Intermunicipal 2014?

ENCONTRE-NOS NO FACEBOOK

SIGA-NOS NO TWITTER